Passagens Aéreas Nacionais

Alto dos preços das passagens aéreas: entenda o motivo

Quem fez planos para viajar sentiu que as passagens aéreas estavam mais caras nos últimos meses. E isso não foi puramente uma impressão.

Publicidade

Na realidade, houve sim uma alta nos preços do bilhete aéreo e é sobre isso que abordaremos hoje, elencando alguns aspectos que influenciaram para deixar mais caro o sonho de fazer uma viagem depois de tanto tempo em casa.

Publicidade

Disparo no preço das passagens aéreas no último ano

Segundo um levantamento feito pelo IGBE, no último ano o preço da passagem teve um aumento repentino. Houve alta de 88% no preço dos bilhetes, entre o período de julho de 2021 a junho deste ano de 2022.

Publicidade

E dentre os motivos para esse aumento, as companhias aéreas remetem-no ao aumento dos custos e também à demanda que tem crescido bastante após a pandemia do coronavírus.

Fatores que influenciam no aumento das passagens

Como citado, as companhias de aviação apontam que o aumento no preço das passagens aéreas se deve, entre alguns fatores, aos custos que elas vêm enfrentando.

O custo do combustível da aviação, por exemplo, teve um aumento expressivo que refletiu no preço do bilhete aéreo. Conta-se que no Brasil o preço desse bilhete teve 40% representado pelo custo do combustível.

Mais um fato que influenciou nessa alta também foi a valorização do dólar perante o real.

Veja a seguir mais detalhes sobre os principais responsáveis pelo aumento no preço das passagens aéreas.

A demanda gerou impactos no preço do bilhete

Devido a pandemia causada pela Covid-19, os países fecharam suas fronteiras entre 2020 a 2021. Mas neste ano, depois de ser anunciado o fim do estado de emergência, as fronteiras foram abertas e muitas pessoas decidiram viajar.

Esse fato fez com que houvesse uma enorme demanda por passagens aéreas e outros serviços relacionados, algo que influenciou no preço das mesmas também.

Como as companhias aéreas ficaram por vários meses sem poder atuar, isso gerou muitos prejuízos financeiros. E com o setor de turismo sendo reaquecido, elas tiveram que realizar ações para a recuperação, com isso sendo refletido no preço dos bilhetes.

Preço do combustível

Tal como citado, o preço dos combustíveis foi outro fator que contribuiu para que o preço das passagens aéreas aumentasse.

O combustível utilizado na aviação é o querosene de aviação, conhecido ainda pela sigla QAV-1, e o mesmo teve um aumento de 30% no seu preço no último trimestre do ano passado, de acordo com dados apresentados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) também fez também um levantamento e constatou que em 2022 o combustível teve um aumento de 70,6%.

E o que pode ser um dos motivos para essa alta no preço do QAV é que o petróleo ficou mais caro em todo o mundo.

Talvez alguns estejam questionando por qual razão o Brasil, que é um dos países que produzem petróleo, estaria pagando mais caro por algo que é produzido aqui. O fato é que o país adota uma política de paridade, onde ele deve pagar em dólar pelo combustível.

Ações judiciais e impostos

O que também pode gerar impactos no preço do bilhete aéreo são os impostos. Um exemplo nesse caso é o ICMS, que é um imposto estadual incidente em voos para dentro do Brasil. Esse e outros impostos podem encarecer a viagem.

Entram nessa conta também as ações judiciais por parte de clientes contra as companhias aéreas. Como as companhias terão custos com isso, esses devem ser repassados para que elas não tenham prejuízos, com os clientes vendo pesar mais no bolso.

Inclusive, o Brasil registrou também um aumento no número reclamações contra companhias aéreas nos últimos meses.

A Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata) relatou que em 2019 houve para cada 1,35 voo operado no país uma ação judicial. Algo diferente foi nos Estados Unidos, com uma ação para cada 7.883 voos.

Variação cambial

O oscilar dos preços das moedas como dólar e real foi mais um fato que impactou no quanto custaria uma passagem aérea. Nos primeiros cinco meses do ano de 2022, por exemplo, o dólar teve uma valorização de 38,7% frente ao real.

Destinos para onde ficou mais caro viajar

A alta no preço das passagens aéreas fez com que viajar se tornasse mais caro, especialmente se o destino é um dos locais a seguir:

– Conhecer locais na Europa agora ficou mais caro, um exemplo é viajar para Paris, que ficou com a passagem aérea cerca de 79% mais cara. O preço estimado do bilhete é de R$ 7.855,00 para ida e volta. Mas os preços podem variar de acordo com a companhia aérea;

– E os que planejam viajar para Portugal também pagarão a mais pela passagem, com um aumento de 75%;

– Se o destino for Lisboa, então, o aumento que o preço do bilhete sofreu foi de 68%;

– Já se o destino for na América Latina, os voos para Santiago, no Chile, tiveram aumento de 103%, sendo um dos maiores até então. O preço estimado da passagem de ida e volta para lá é de R$ 3.878,00;

– Enquanto isso, destinos nacionais tiveram um aumento de 20%, como é o caso de viagens para a São Paulo, Brasília e Porto Alegre.

Mas não foram penas notícias ruins, pois em alguns destinos dentro do Brasil tiveram uma redução no preço do bilhete. Esse foi o caso de Natal, Rio Grande do Norte, com queda de 11% no preço das passagens, e também Salvador, Bahia, com uma redução de 12%. Recife, Pernambuco, teve queda de 4%.

Viagem de aviação me conjunto com outros meios de transporte

Com alta no preço das passagens, uma saída para muitos conseguirem viajar gastando pouco é fazer uma parte do trajeto de carro ou ônibus. Há quem consiga reduzir em até 50% o custo da passagem aérea fazendo isso.

Busque trechos que direcionem para locais com aeroportos, assim você parte do seu destino de carro ou ônibus e depois faz uma parada num local com aeroporto e embarca ali, seguindo para sua parada final.

Add comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Atenção: O Passagens Aéreas Nacionais não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de informações sobre viagens, seja passagens aéreas ou promoções. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Passagens Aéreas Nacionais trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições das empresas e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://passagensaereasnacionais.com não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições das empresas que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Passagens Aéreas Nacionais. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Passagens Aéreas Nacionais se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições das empresas, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos das empresas são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições das empresas e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Passagens Aéreas Nacionais são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Passagens Aéreas Nacionais e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.