Passagens Aéreas Nacionais

Viagens são frustradas por aumento de 56,8% nas passagens aéreas

Um aumento de 56,8% nas passagens aéreas frustra as viagens de fim de ano de muitas pessoas.

Publicidade

Apesar da boa notícia da abertura das fronteiras de alguns países para os brasileiros, a novidade tem sido ofuscada pela alta no preço das passagens aéreas nos últimos meses.

O turismo tem sido retomado pouco a pouco após os avanços na imunização. Atualmente, mais de 100 países já abriram suas fronteiras para os turistas, mas para isso é necessário que esses turistas sigam as exigências determinadas para a entrada em cada um dos países em prol de combater a covid-19.

Publicidade

Dentre as exigências está apresentar comprovante de vacinação, realizar teste de covid feito cerca de 72 horas antes do embarque e também alguns países exigem que seja realizada a quarentena. Feito tudo isso, então é possível entrar no país de destino.

Mas a alegria dura pouco, pois os preços das passagens tornam os planos de viagem mais caros.

Publicidade

Essa elevação no preço dos bilhetes aéreos se deu por conta do aumento do dólar e do combustível.

Aqui a inflação generalizada causou impacto nas passagens nos últimos doze meses. A alta foi de aproximadamente 56,8%, sendo que as passagens são o quinto item que mais teve alta (a frente estão três itens do grupo de alimentos e o etanol).

Quem divulgou esses dados, do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O instituto ainda aponta que essa alta representa um aumento de cinco vezes mais do que o índice geral da inflação que foi acumulada em 12 meses (essa foi de 10,25%).

A seguir você entende melhor o motivo dessa alta e o que as companhias aéreas tem relatado.

Por que esse aumento nas passagens aéreas?

Dentre os fatores causadores dessa alta no preço dos bilhetes aéreos está o aumento do combustível, tendo em vista que esse é um elemento essencial e que representa um dos maiores custos para as companhias aéreas.

Segundo divulgou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o querosene, combustível usado pelas aeronaves, teve aumento de 91,7%. Mas a causa não se restringe a ele.

Como o dólar aumentou, esse é mais um dos principais fatores que causaram a elevação no preço das passagens.

Mas não são apenas esses dois itens, aqui a demanda é também aprontada como uma das causas.

Como as vacinações contra a covid-19 avançam (cerca de 70% de brasileiros já tomaram ao menos uma dose da vacina) e há a retomada da economia, então há um aumento na demanda. Em outras palavras, mais e mais pessoas agora querem viajar e buscam bilhetes aéreos.

Mas aqui há um desequilíbrio entre oferta e demanda, onde não há oferta suficiente no momento e, devido a isso, os preços praticados são mais elevados.

Isso implica no aumento das despesas com transporte para as famílias brasileiras.

O que as empresas aéreas e outras instituições têm a dizer sobre isso

As companhias aéreas culpam a alta do dólar e do combustível como os principais causadores do aumento no preço das passagens aéreas. E esses dois são os violões eleitos de forma unanime por muitas empresas.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), aponta os meses de abril, maio e junho como os que mais tiveram aumento, se comparado com o mesmo período do ano anterior. Nesse comparativo, o aumento foi de 21,7%.

No ano passado, com o a pandemia, a oferta de voos reduziu cerca de 90% no segundo trimestre.

Por outro lado, A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) relata que no segundo trimestre de 2021 houve queda na tarifa média doméstica de 19,98% comparando com o mesmo período de 2019 (antes da pandemia se alastrar).

E a Abear ainda mostrou que o Yield Tarifa Aérea Médio Doméstico Real teve uma retração de 32,3% no segundo trimestre de 2021, em relação ao mesmo período de 2019.

A Gol informou que os passageiros podem adquirir os bilhetes com 330 dias de antecedência de terem acesso a preços mais em conta. Essa é uma saída que muitas empresas têm apresentado para seus clientes.

Por outro lado, a Latam informou que a definição do preço das passagens é 65% por influência do dólar e 35% devido aos combustíveis. A mesma coisa relatou a Azul.

Entenda como é essa bola de neve para o aumento do bilhete aéreo

A valorização do dólar frente ao real, no entanto, é uma das principais preocupações das companhias aéreas, dado que com o valor acima dos R$ 5,00 faz com que os custos delas disparem e esse, por sua vez, seja repassado para os clientes.

O fato é que as companhias aéreas agora têm mais custo devido à alta do combustível e aos custos operacionais, logo, esse se somam e o valor excedente é repassado para os clientes.

É importante ter em mente que as companhias aéreas foram as mais afetadas com a pandemia por conta das restrições de circulação.

Mais sobre o aumento nas passagens aéreas

O aumento do bilhete aéreo no mês de setembro deste ano foi de 21,90%. Em contrapartida, o aumento do mês de outubro foi de 7,19%. Mesmo assim esse aumento ainda pressionou a inflação de Serviço no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Em setembro a inflação era de 0,50%, mas em outubro ele caiu para 0,37%. Em 12 meses houve uma taxa acumulada que foi de 4,99% para 4,88%.

Algo importante para relatar também é que o aumento no custo com transportes, especialmente com avião, foi (juntamente com o aumento na tarifa da energia elétrica) responsável pelo aumento na inflação no Brasil.

Desse modo, se você tem planos para viajar de avião sozinho ou com a família nos próximos meses, esteja preparado.

Esse aumento fará com que muitos mudem os planos ou até mesmo adiem até que as coisas melhorem.

Mas o fato é que as famílias agora devem pensar em se programar ainda mais para viajar, optando por comprar as passagens com muitos meses de antecedência. Além disso, a pesquisa é também fundamental para encontrar preços mais atrativos.

Add comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Atenção: O Passagens Aéreas Nacionais não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de informações sobre viagens, seja passagens aéreas ou promoções. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Passagens Aéreas Nacionais trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições das empresas e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://passagensaereasnacionais.com não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições das empresas que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Passagens Aéreas Nacionais. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Passagens Aéreas Nacionais se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições das empresas, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos das empresas são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições das empresas e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Passagens Aéreas Nacionais são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Passagens Aéreas Nacionais e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.